LENDAS & MITOS PAGINA 1 | 2 | 3 | 4

 

DICIONÁRIO DE LENDAS & MITOS

 

                                   

Lobisomem                Chupa Cabras                     Lúcifer                      Iao Abraxas

 

 

Iao Abraxas - Animal demoníaco, na mitologia Persa, onde é descrito como um cruzamento entre um dragão de duas pernas e uma serpente com cabeça de galo ou de burro.

O seu nome significa « o ser supremo».

Desde a Antiguidade até à Idade Média as gemas, pedras semipreciosas artisticamente lapidadas com a figura de Abraxas eram tidas como poderosos amuletos.

 

Anis Negra - Nome dado a um animal horroroso espírito canibal de rosto azul, com um único olho penetrante e garras de ferro.

Tinha por hábito de se esconder atrás de um carvalho até escurecer para apanhar crianças das vizinhanças e as devorar.

 

Ankou - Também conhecido por «guardião dos cemitérios», ele guarda cemitérios por toda a Europa. Em tempos recuados sempre que se inaugurava um cemitério, costuma-se queimar uma pobre alma viva numa sepultura não identificada que fica-se mais a norte.

 

Asrai - Pequenas e delicadas fadas marinhas que vivem nas profundezas dos lagos. São muito belas, com longos cabelos verdes, têm centenas de anos.

Extremamente tímidas, as Rai só vêm à superfície uma vez por cada cem anos para olhar a lua.

 

Baal -  O comandante das tropas do Inferno, ou seja uma das maiores potências militares dentre os demónios. Sabe-se também de sua natureza hermafrodita e que já foi adorado por caldeus , babilónios e israelitas.

BaKa - É um temível ghoul nativo da ilha vodu de Haiti. Após morrerem, alguns membros de certa tribo regressam à terra como Bakas, espíritos com forma de esqueletos que mutilam as vitimas antes de tentarem mutilar a sua carne.

Barguest - Espécie de papão ou Hobgoblin travesso que tem cornos, garras e dentes aguçados e olhos vermelhos. Dispõem-se, principalmente, a assustar e a fazer mal ás crianças desobedientes.

Muito comuns no Norte de Inglaterra, passam nas ruas à noite dando guinchos horrorosos e incomodando as pessoas que estão a descansar.

 

Goblin - Nome geral para o espírito familiar demoníaco ou nocivo que vive em casas particulares ou nas fendas das árvores.

Geralmente, são pequenos e de aparência bastante esquisita, pois são morenos e curvados, usando chapéus puxados para os olhos, e tem as mãos muito grande e deformadas.

Kuei - Fantasmas maléficos chineses que retiram a sua forma e poder das forças da escuridão, azar e morte. Trata-se, geralmente, dos fantasmas de pessoas que em vida, tinham sido más e não mereceram o paraíso.

Djinn - É uma espécie de espírito na tradição árabe. Um djinn que seja bom toma frequentemente a forma de uma mulher, enquanto um mau aparece como um monstro com cabeça de hiena e quadris de lobo. Alguns foram aprisionados em garrafas de latão ou compartimentos de onde eram intimidados a realizar os desejos dos seus captores.

Lobisomem - Metade homem, metade lobo tem as suas origens na antiga crença pagã  da Grécia. Na lenda popular o Lobisomem era perigoso e perverso na sua forma animal, massacrando animais e devorando crianças; durante o dia porém, não passava de um inofensivo aldeão.

Chupa cabras - Nome dado a um suposto ser ou monstro que ataca e mata animais, tirando todo o seu sangue e causando mutilações bastantes especificas, geralmente na região dos olhos e da boca.

O nome parece ser originário do México, mas o fenómeno repete-se em toda a América.

Brigit / Brid / Brigid / Brig - O seu nome significa "flecha de poder". Brigit era filha do Dagda, sendo chamada A Poetisa. Outro aspecto de Danu, associada a Imbolc. Tinha uma ordem dedicada a ela, formada só por mulheres, em Kildare, na Irlanda, que se revezavam para manter o fogo sagrado sempre aceso. Deusa do fogo, fertilidade, lareira, todas as artes e ofícios femininos, artes marciais, curas, medicina, agricultura, inspiração, aprendizagem, poesia, adivinhação, profecia, criação de gado, amor, feitiçaria, ocultismo.

Cernunnos - O seu nome deve ser pronunciado como se tivesse um "k": kernunnos. Deus Cornudo, Consorte da Grande Mãe, deus da Natureza, Senhor do Mundo. Comumente representado por um homem sentado na posição de lótus, cabelo comprido e encaracolado, de barba, nu, usando apenas um torque (colar celta) ao pescoço, ou ainda por um homem de chifres, sendo, por isso, erroneamente comparado ao diabo dos cristãos. Os seus símbolos eram o veado, o carneiro, o touro e a serpente. Deus da virilidade, fertilidade, animais, amor físico, natureza, bosques, reencarnação, riqueza, comércio e dos guerreiros.

 



LENDAS & MITOS  PAGINA 1 | 2 | 3 | 4